Mas tem açúcar em tudo?

Lembro perfeitamente do meu primeiro final de semana pós diagnóstico, andava com a dieta que minha endócrino tinha me passado dentro do bolso, e nela, continha tudo que eu poderia e não poderia comer. Estava liberado chá, café, chimarrão, refrigerante diet, entre outras coisinhas.

Como todos devem saber, o chimarrão é um costume dos gaúchos, e na minha família, esse costume é diário. Tínhamos o hábito de tomar o chimarrão com a cuia e a erva uruguaia, que é bem mais forte, até que a mais nova diabética paranóica, resolveu ler o rótulo das embalagens das ervas que eu tinha em casa, primeira lição: CARBOIDRATO = AÇÚCAR! Todas (sim, eu disse todas) as ervas tinham carboidrato, ou seja, tinham açúcar!

Lá foi eu perguntar para o amigo Google e assim o fato foi confirmado, os fabricantes acrescentam AÇÚCAR até na erva de chimarrão gente!! Não faz sentido algum colocar açúcar no produto! Pesquisei mais e descobri que quando a embalagem não tem o selinho SEM AÇÚCAR, a erva tem açúcar sim. E foi comprovado por mim e meu glicosímetro!! Então amigo gaudério, procura sempre a erva que tem o selinho, senão você está consumindo um açúcar desnecessário que não consta na composicão da erva. Minha família deixou de tomar o chimarrão uruguaio, porque em todas ervas de origem uruguaia vai açúcar, believe me :o​​

Mas não é só a erva que tem açúcar, grande parte dos alimentos que a gente consome (estou falando também dos que não são para ser doces), tem o maldito açúcar na sua composição. "Ah, mas tem uns que tem açúcar mascavo, que é saudável"; pra mim, já faz uma baita diferença, não interessa se o açúcar é mascavo, de coco ou demerara, o efeito na minha glicemia é o mesmo...

Estudei um pouco mais sobre os rótulos e aprendi também que a ordem dos ingredientes, é a ordem decrescente de quantidade deles. Ou seja, se diz açúcar em primeiro lugar, vai mais açúcar que qualquer outro ingrediente no alimento.

Comece a ler o rótulo das coisas, vai açúcar em muita coisa que você não faz nem ideia, aqui vai uma lista de alguns:​​

- Milho enlatado

- Ervilha enlatada

- Maionese

- Biscoitos salgados (Piraquê, Cream Cracker, Nesfit, Club Social...)

- Embutidos (Salsicha, Presunto, Chester, Salame – mesmo nos lights)

- Barrinhas de cereal (algumas dizem sem açúcar mas na composição tem glicose ou xarope de glicose, oi?)

- Pão francês

- Pão integral (só nos lights não vai)

- Shoyu (algumas marcas até na versão light tem açúcar)

- Massa de lasanha/pastel

- Molho de tomate pronto, polpa de tomate ou tomates sem pele

- Pepino em conserva

- Polpa de fruta congelada (algumas não tem, sempre tem que avaliar)

- Caldos de legumes, galinha e carne (esse não preciso nem dizer que é um veneno, pelo amor, joga fora isso aí agora)

- Cereja em conserva

- Iogurtes (mesmo os não saborizados)

- Molhos para salada

- Bebidas esportivas

- Corn Flakes (não tem açúcar em volta mas tem açúcar no floco, é o segundo ingrediente)

- All Bran (mesmo drama do Corn Flakes)

- Rap 10

- Pão árabe Baalbek

- Miojo (outro veneno)

- Nuggets

Ainda, tem alimentos que não tem açúcar, mas as pessoas fazem questão de acrescentar (por isso levo minha marmita todo dia para almoçar no escritório). E não fique chateado se você tem esse hábito, lá em casa faziam isso também, porém, nunca é tarde para mudar.

- Salada de beterraba

- Bife acebolado

- Pepino em conserva

- Molho de tomate

- Massas para empadas, pastéis e outros salgadinhos de forno (mesmo sendo integrais tem que ficar de olho)

- Carne de panela

Lembrou de algum que não tem na lista? Comenta aí que eu acrescento :)

Destaques

Temas

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2017 por Daniela Olmos