Todo mundo pergunta se posso comer isso, e beber aquilo, não?


Carnaval 2015

Adoro quando as pessoas perguntam se posso comer isso ou aquilo (ironia pessoal), contudo, nunca ninguém me pergunta se posso beber isso ou aquilo, talvez as pessoas nem saibam o perigo do álcool para um diabético. Então resolvi falar um pouco sobre esse assunto que vemos pouco pelos blogs e livros.

Primeiro, para um diabético ingerir bebidas alcoólicas ele deve levar em consideração três questões:

1. Meu diabetes está controlado?

2. Estou livre de problemas de saúde que o álcool pode piorar, como doença do pâncreas, doença ocular, hipertensão arterial, triglicérides alto, problemas de fígado, lesões dos nervos ou acidente vascular cerebral?

3. Eu sei como prevenir e tratar a baixa de glicose no sangue (hipoglicemia)?

Por que fazer esses questionamentos?

Vamos ao efeito do álcool em qualquer organismo: ao ingerir uma taça de vinho, por exemplo, o álcool ingerido chega rapidamente à corrente sanguínea, nesse momento, o açúcar no sangue é reduzido, isso acontece porque o álcool acelera a transformação de glicogênio em glicose, e esta é eliminada mais rápido. O fígado fica muito ocupado desativando o álcool ingerido, e dessa forma não consegue regular a quantidade de açúcar no sangue de forma correta. O resultado é que as taxas de açúcar no sangue podem cair, levando ao risco de hipoglicemia.

Explicado porquê aquele seu amigo bêbado teve que tomar a famosa "glicose na veia"?

Agora imagina isso no corpo de um diabético?

O efeito rebote

Porém, o pior está por vir, depois do fígado passar todo o trabalho de quebrar o álcool, temos o efeito rebote. Toda aquele álcool ingerido vai fazer a sua glicose aumentar no dia seguinte. Como assim? Sabe aquela ressaca que todo mundo tem, que acorda morrendo de sede, com a visão turva, dor de cabeça, urinando sem parar, com uma fome absurda de coisas bem gordas?

É a glicose alta no sangue! Todo mundo fica assim com a bebida, a diferença é que quando você é diabético, tem um efeito potencializado no seu organismo.

Formatura ESPM 2012

Se eu bebo?

Claro, se não tomo uma taça de vinho no fim de semana com meus pais, eu saio com os amigos e acabo bebendo alguma coisa, entretanto, estou sempre consciente e avaliando o que vou beber. Se vou tomar uma caipirinha, peço sem açúcar; se vou tomar uma espumante, opto por uma brut; se vou tomar vodka com energético, peço o SugarFree (quando tem né); se vou beber cerveja, opto por uma pilsen que tem menos carboidratos.

E por mais "bêbada" que eu esteja, paro tudo, vou no banheiro para lavar as mãos e meço a glicose para checar se está tudo ok. Importante lavar as mãos, já tomei um susto bem grande medindo a glicose num carnaval :p

E sempre que bebo, eu sigo as orientações básicas que todo mundo deveria seguir:

1) Não beber de estômago vazio e não beber se suas taxas de glicose no sangue estão baixas. Geralmente o consumo de álcool está permitido em níveis de glicemia entre 100 e 140 mg/dL. 2) Beber lentamente e não ultrapassar a quantidade máxima por dia (que é de 1 drink para mulheres e 2 para homens – 13,6 gramas de álcool por drink). 3) Enquanto estiver bebendo, sempre beber água junto, para manter sua hidratação. 4) Sintomas de hipoglicemia e intoxicação por álcool são muito similares. Por isso, é importante nunca ultrapassar a quantidade máxima de bebida.

E o mais importante de tudo, sempre pergunte pro seu médico antes, se você realmente está liberado para beber, não vamos ser irresponsáveis com a nossa saúde né?

Fontes:

http://www.portaldiabetes.com.br/nutricao-saude/saude-bem-estar/posso-beber-alcool-diabetes/

http://melhorcomsaude.com/efeitos-alcool-causa-organismo/

http://www.diabetes.org.br/colunistas/dra-andressa-heimbecher-soares/diabetes-e-alcool-beber-ou-nao-beber-eis-a-questao

http://www.portaldiabetes.com.br/nutricao-saude/saude-bem-estar/posso-beber-alcool-diabetes/

http://www.onetouchla.com/br/vida-diabetes/conheca-o-diabetes/tipo-1/alcool

Destaques