Você sentiu alguma coisa?

Quase duas semanas sem atualizar o Blog, porém, juro que é por um bom motivo: depois que criei minha página no Facebook, procurei grupos e comunidades de diabetes para participar; nessas duas semanas fiquei bastante envolvida nisso, respondendo perguntas nos grupos, atualizando minha página e ajudando outros diabéticos a gerenciar as suas próprias páginas. Aproveitei todo esse envolvimento para pensar em assuntos para abordar aqui; então, foi conversando com muitos diabéticos que percebi que muitos deles nem sabem os sintomas de uma glicose baixa ou alta, e isso é de extrema importância.

Você precisa saber identificar os sinais que seu corpo transmite, porque mesmo se alimentando direito, fazendo exercícios, aplicando insulina corretamente, o nosso organismo se comporta de forma diferente a cada dia, e você pode ter uma hipo ou hiper sem perceber.

Juntando esse fator do desconhecimento ao de sempre me perguntarem o que eu sentia que me fez descobrir a diabetes, resolvi fazer um post especial só sobre os sintomas da Hipoglicemia e da Hiperglicemia. E sim, eu sentia muitos desses sintomas!

HIPOGLICEMIA

A hipoglicemia é a queda excessiva de açúcar no sangue.

A aparição dos sintomas é rápida e os níveis de glicose no sangue estarão abaixo de 70 mg/dI.

Sintomas

  • Fome súbita;

  • Fadiga (corpo mole / sem energia);

  • Tremores;

  • Tontura;

  • Taquicardia (coração acelerado);

  • Ondas de calor;

  • Ansiedade;

  • Suor frio (principalmente nas mãos);

  • Pele fria, pálida e úmida;

  • Púpilas dilatadas;

  • Visão turva ou dupla;

  • Dor de cabeça;

  • Dormência nos lábios e língua;

  • Irritabilidade;

  • Desorientação;

  • Mudança de comportamento;

  • Convulsões;

  • Visão dupla ou embaçada;

  • Descordenação motora;

  • Perda da consciência.

Se a hipoglicemia não for tratada pode levar ao coma, pode causar danos cerebrais irreversíveis e pode levar à morte.

HIPERGLICEMIA É a elevação dos níveis de glicose no sangue; glicemia acima de 160 mg/dL é considerada hiperglicemia.

Sintomas

  • Boca seca;

  • Aumento da sede;

  • Micção frequente (maior vontade de fazer xixi);

  • Micção durante à noite (levantar durante à noite muitas vezes para fazer xixi);

  • Hálito de maçã ou acetona (cetose)

  • Fraqueza

  • Sonolência

  • Cansaço

  • Dor de estômago

  • Dor de cabeça

  • Dificuldade de respirar

  • Fome

  • Enjoo

  • Visão embaçada

  • Cãimbras

Se a hiperglicemia persistir pode levar à desidratação e desenvolver outros sintomas, tais como:

  • Tonturas ao levantar-se;

  • Rápida perda de peso;

  • Aumento da sonolência e confusão;

  • Inconsciência ou coma;

  • Pele seca, coceira;

  • Tendência a infecções de pele e fungos;

  • Dificuldade na cicatrização.

Quem notou meus sintomas foi minha mãe, eu dava desculpas para todos eles. No fundo, eu sabia que tinha algo muito errado comigo, mas tentava de convencer que era normal ter tanta sede, porque praticava muitos exercícios. Como tinha muita sede, fazia muito xixi. Como fazia muitos exercícios, estava emagrecendo. Só que chegou num ponto que tomava 5l de água por dia, comia que nem doida, e acordava quatro vezes durante noite para ir ao banheiro.

Depois do diagnóstico, percebi vários outros sintomas que já se faziam presentes há mais de meio ano no meu corpo: eu saía da academia ao meio dia tremendo, com enjoo e muita fome (hipo), chegava no restaurante para almoçar e tomava um copo de suco de laranja em um só gole. Eu tinha muitas cãimbras na panturrilha, me sentia sem energia, principalmente depois do almoço. Naquele verão, por mais que eu ficasse no sol, não ficava bronzeada, parecia que estava pálida, só fui entender depois que a diabetes é diretamente ligada à vitamina D.

Depois que comecei a fazer o tratamento, minha visão melhorou – eu já estava achando que meu grau de astigmatismo tinha aumentado horrores. Já conseguia acordar com maior facilidade, lembro que antes da insulina, eu passava o dia com sono, ficava "pescando" na frente do computador a tarde toda. A fome diminuiu muito e a vontade enlouquecida de comer doces também passou.

Acho que só me salvei de um coma pelo estilo de vida saudável que eu sempre procurei ter.

Vale lembrar que os sintomas podem aparecer isoladamente! Por isso é tão importante ir ao médico regularmente, eu me achava a pessoa mais saudável do mundo. Agora olho as fotos do meu aniversário que foi uma semana antes do diagnóstico e fico apavorada, eu juro que parecia uma caveira!

Diabéticos, não tentem adivinhar a hipo ou a hiper. Já perdi a conta de quantas vezes achei que estava com hipo, fiz o teste e estava com hiper; ou achei que estava super bem, medi a glicose e vi que estava com hipo!

Façam a medição das suas glicemias antes e depois (2h – pico do carboidrato) das refeições, antes e depois de exercícios físicos, e sempre que sentirem que alguma coisa está estranha,

Cuidem-se :)

Destaques

Temas

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2017 por Daniela Olmos