Existe pergunta burra?

Dois tópicos: a importância de medir antes do exercício e a importância de um tratamento sem dosagens fixas. No post anterior, falei que meu jejum tinha sido IGUAL ao de ontem, comi a mesma quantidade de carboidratos e apliquei a mesma quantidade de insulina. Por que o pico de ontem foi 122 e hoje foi 200? Por mais que a gente faça tudo igual, nosso organismo se comporta de formas diferentes por diversos fatores, esse pico eu atribuo ao fato de não ter feito musculação desde sexta, somente exercícios aeróbicos, e ao fato de ter dormido pouco, já que o feriado bagunçou meu relógio biológico.

Qual o fundamento de toda essa explicação?

Primeiro, quero mostrar para vocês como um tratamento com dosagens fixas de insulina rápida ou ultrarrápida não é o ideal, pois nosso corpo não é uma matemática exata, então como que usar uma tabela com dose fixa vai ser certeiro? Como que você vai aplicar tanto de insulina se a glicose estiver acima de 100 se um dia você come duas colheres de arroz e no outro dia come um prato de macarrão, concordam que a glicemia pós refeição não vai ser a mesma em 99% das vezes? Por muito tempo fiz um tratamento com dosagens fixas nas refeições, era uma montanha russa o dia inteiro, eu me frustrava sempre, até que resolvi sair da minha zona de conforto e começar a questionar a médica que me acompanhava. Resultado, troquei de médico e em uma semana, o tratamento que ele sugeriu com contagem de carboidratos e correção pelo Fator de Sensibilidade e não mais com tabela, mudou minha vida. Segundo, quero enfatizar a importância da medição antes da atividade física, pois meu pico de 200 foi para 89 com 20min de caminhada, se não tivesse medido antes de começar a aula de Zumba, era hipoglicemia na certa. Achismo não funciona com diabetes, o que funciona é testes, ajustes e conhecimento. Hoje, assisti um vídeo que falava sobre perguntas burras, nada tinha a ver com diabetes, mas pensei muito em como se aplica a nosso caso, pois é MUITO comum as pessoas terem vergonha de perguntar coisas por achar que é burro. Burro é quem questiona sua pergunta. Anote suas dúvidas, questionem os profissionais de saúde de vocês, leiam sobre diabetes, procurem diabéticos para trocar informação e jamais tenham medo ou vergonha de fazer qualquer pergunta, ninguém nasceu sabendo, muito menos sabendo como lidar com diabetes e a vida é um eterno aprendizado. 

Destaques