Foi um sonho?

Quando a gente chega a uma glicada menor que 7% já é uma conquista. Quando atinge o 6% é muita felicidade, parece que sai um peso do peito, um alívio de saber que as complicações passarão longe. Agora chegar aos 5.8% de glicada, sem episódios de hipoglicemia constantes, é pra fazer dancinha da vitória em público mesmo!

Estou sorrindo a tôa. Sorrindo por dentro e por fora! É uma vitória conquistada com disciplina, conhecimento e muito amor dos meus amigos DM1.

E foi só postar minha nova glicada para receber uma chuva de mensagens perguntando dicas de como cheguei a esse resultado. Pensei muito em o que responder enquanto estava na fila do cinema refletindo se comprava a pipoca ou comia o pacote de amendoim que comprei mais cedo. Foi aí que entendi, não existe dica, existe ESCOLHA. Se eu tivesse escolhido a pipoca, eu teria que usar a estratégia de várias aplicações de insulina para tentar manter a glicose na meta; mas hoje eu escolhi amendoim salgado e amendoim com chocolate, igual fiz duas aplicações, pois já aprendi a dividir a dosagem do carboidrato e da gordura, contudo, sabia que não teria uma hiper. Ah, vemos aí então outra dica: CONHECIMENTO. Conhecimento do próprio corpo, conhecimento de como funciona as insulinas, conhecimento de como os alimentos se comportam e como podemos combinar eles para melhorar nossos gráficos. Conhecimento vem de onde? Estudo e pesquisa. Não tem fórmula mágica então? É meus amigos doces, não tem fórmula mágica. Tem é muita hipo, hiper, glicose, insulina e paciência. 😊

Destaques