Como verificar se a leitura do sensor Libre está correta

Sabemos que pode ter diferença entre a leitura do sensor Freestyle Libre e a ponta de dedo, mas você sabe dizer se o seu sensor está com resultados dentro do padrão?

O Libre vem calibrado de fábrica, porém, o fabricante do produto (Abbott) recomenda que façamos o teste de glicemia capilar nas primeiras 24h e sempre que suspeitarmos que o resultado está incompatível com sintomas ou com padrão glicêmico que a gente costuma apresentar. E aí vem a dúvida, como eu vou saber se estou comparando os resultados de forma correta?

Por já ter passado por esse processo, já ter entrado em contato com a Abbott devido à diferenças absurdas de leitura, e por receber MUITAS mensagens me questionando como fazer essa aferição, resolvi criar um passo a passo com as informações que o próprio fabricante nos dá a fim de analisar se podemos confiar no sensor.

PASSO 1

Passe o leitor no sensor já aplicado e verifique como está a seta de tendência do Libre; é preciso que ela esteja apontando para a direita, pois isso significa que ela está estável. Não está com a seta estável? Aguarde para poder comparar melhor, se você fizer o teste com a glicemia instável, as chances de os resultados serem diferentes é muito maior.

Ainda, por experiência própria, procure fazer essa comparação sem efeito de insulina ou comida no organismo, como no jejum ou com mais de 3h desde sua última refeição e aplicação de insulina.

PASSO 2

Passou o leitor e a seta está apontando para a direita? Então faça o teste na ponta de dedo. O fabricante recomenda que esse teste seja feito no próprio leitor do Libre, com as fitas compatíveis com ele (Freestyle Optium), mas se você não tem as tiras para o aparelho e usa um glicosímetro com resultados confiáveis, utilize o seu mesmo.

PASSO 3

No post em que falei sobre o que achei do Libre (aqui), expliquei as diferenças da leitura do líquido intersticial para a glicose na ponta de dedo e como o resultado do que aparece no líquido tem um delay de 10min para o que acontece no sangue. Ou seja, se estou com hiperglicemia com a seta para cima, provavelmente, o resultado na ponta de dedo será bem maior que o que aparece no sensor. A mesma coisa acontece na hipoglicemia, se está aparecendo hipoglicemia com tendência para baixo no Libre, certamente na ponta de dedo a glicemia estará menor ainda. Por isso, esse tempo de espera de 10 minutos após a aferição no dedo é importantíssimo para termos um resultado fiel.

PASSO 4

Após a espera, verifique o resultado no sensor do Libre de novo. A Abbott considera a média de 11,4% de diferença entre o número do glicosímetro para o número do sensor totalmente dentro dos padrões de normalidade; quer dizer que se estou com a glicemia em 98mg/dL na ponta de dedo e meu resultado no sensor for 86 ou 109mg/dL, está dentro do padrão.

Saiba como aplicar o sensor Freestyle Libre clicando aqui.

Este post é apenas de caráter informativo, para qualquer dúvida com seu sensor, contate a Abbott através do telefone 0800 703-0128. Este não é um post patrocinado. Não tenho conflitos de interesse.

Destaques